Balaiada

A Balaiada foi um movimento de natureza popular que ocorreu entre os anos de 1838 e 1841 no interior da Província do Maranhão, que após uma tentativa de invasão em São Luís, se estendeu para a província do Piauí. Foi organizada por pobres da região, escravos, fugitivos e prisioneiros. Tinha como motivo a disputa pelo controle do poder local.
A economia maranhense entrou em uma forte crise, devido à concorrência do algodão norte-americano no mercado internacional. Além disso, a Lei dos Prefeitos na qual se concedia ao governador o privilégio de nomear os prefeitos municipais fez aumentar ainda mais o atrito entre o povo e o governo.
O artesão Manoel dos Anjos Ferreira, conhecido como Balaio, iniciou a luta contra as autoridades das províncias depois de acusar o oficial Antônio Raymundo Guimarães de um abuso sexual em suas filhas. Os revoltosos conseguiram dominar a cidade de Caxias, um dos maiores centro comerciais da época. A natureza popular desse movimento ameaçou a estabilidade dos privilégios econômicos daqueles que possuíam poder na época. Ainda no mesmo ano, Cosme Bento de Chagas, contou com o apoio de cerca de 3 mil escravos. Por causa de um grande número de negros envolvidos na revolta acabou dando traços raciais referentes à questão da desigualdade ali colocada. E para controlar a situação da província, o coronel Luís Alves de Lima e Silva foi nomeado.
Com um grande armamento e um grupo de aproximadamente 8 mil homens, Luís Alves conteve os revoltosos recebendo o título de Conde de Caxias. A desarticulação entre os vários revoltosos da Balaiada e a falta de união em torno de objetivos comuns, facilitou bastante a ação repressora estabelecida pelas forças governamentais.
Todos os negros fugidos acusados de envolvimento na revolta foram escravizados novamente. Manoel Francisco Gomes foi capturado durante o movimento de retaliação da revolta. Já o vaqueiro Raimundo Gomes faleceu durante sua deportação para São Paulo. O líder dos escravos, Cosme Bento, foi preso e condenado à forca em 1842.





                Texto feito por: Dimas A.S.


Fontes






12 comentários:

  1. MARCOS VINICIUS DE MACAÉ ESTEVE AQUI HEHE :D

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. problema é seu!
      deveria ter vergonhas do que fala, és um menino ou apenas fingi que é né, seus pais deve ter vergonha de ti! que humilhação pra eles, botaram um Sem noção no mundo!!

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. atividade da mina escola ass: kamilly sai dai recocada q ta leno içu

    ResponderExcluir